Até quando?

Posted by Debbys On sábado, 5 de março de 2011 12 Insanidades
Fonte Imagem
Hoje resolvi debater um assunto que vem me assustando cada vez mais: a violência contra a mulher.

Estamos cansados de ver na televisão os crimes passionais cometidos por homens perturbados, indignos de companhia. Eu sei que muitos homens também são vítimas, mas precisamos admitir que os números mostram que as mulheres são a maioria. E isso inclui as que apanham e são ameaçadas. Daí eles surgem com a tal Lei Maria da Penha. Mas a pergunta é, essa lei está mesmo funcionando? Ela está mesmo protegendo as brasileiras?

Eu vejo muitas pessoas jogarem a culpa em nós. Dizem que existem mulheres que não denunciam, que continuam apanhando, e há os que chegam ao cúmulo de dizer que algumas gostam dessa vida. Mas porque muitas mulheres não denunciam? Será que é porque a lei não está funcionando e elas sentem medo de acontecer o pior? Denunciar e o "companheiro", se vendo livre, vingar-se? Pois digo, conheço muitas meninas que procuraram pela justiça e não conseguiram nada. Eles têm a cara de pau de dizer que não podem fazer nada até o cara fazer alguma coisa. O que? Eles só podem aplicar a lei depois da mulher ser morta? Pois é o que me parece.

Uma amiga da faculdade está sofrendo perseguição de um velho doido. Hoje ela estava em prantos pois agora ele resolveu aparecer na porta da faculdade. E o que a justiça pode fazer? Nada. Eles só podem tomar uma atitude se o cara fizer alguma coisa. Papo estranho. Vai esperar o cara fazer alguma coisa com a menina? Vai esperar ela ser mais uma vítima desse sistema falho? A irmã de uma amiga sofria ameaças do ex-namorado, e a desculpa foi a mesma: "não podemos fazer nada até que ele faça algo com ela."

Eu fico triste com isso. O que vamos fazer? Até quando aguentar? Vamos ter que fazer justiça com as próprias mãos? O que eu devo fazer ao encontrar o perseguidor da minha amiga? Esperar? Alguém sabe a resposta pra isso tudo? Pois eu não.

...

12 Insanidades:

Tania T. disse...

Situação complicada...

Não sei nem o que dizer.. queria que a justiça desse país fosse diferença... =/ Queria que pelo menos alguma coisa fosse feita!!

Complicado.. muito complicado!

BJãoo

Juliana Skwara disse...

Situação complicada [2].
Tenho várias amigas que já passaram por esta situação. É difícil porque a própria pessoa que está sendo perseguida tem que avaliar a situação de uma outra maneira.
Deve ser difícil ver o seu parceiro em quem confia agir de uma forma tão violenta e horrível.
Tem que ser avaliado de forma clara e responsável.
Amor próprio em primeiro lugar.
Obrigada pelo apoio. É muito bom recomeçar :D
Bjooos

Erica Ferro disse...

Eu também não sei não.
Só sei que essa justiça falha porque tarda.

Um abraço.

Ana Martins disse...

É dificil. A quem podemos pedir socorro s enão a policia? Mas o que adianta se eles nao podem fazer nada antes de sermos espancadas ou até mesmo mortas?
Não sei.... aind a não sei o ue dizer sobre isso.
Espero que melhore.
Beijos

Julliany kotona disse...

Amei o blog to seguindo bjks de boa semana.

Babih Xavier disse...

A lei existe mas não funciona!
Acho que a policia deveria parar de correr atras de vendedores ambulantes e começasse a prender quem realmente oprime a população.

Gêsa disse...

É complicado, porque mesmo quando essas vitimas não ficam caladas ainda estão em perigo, já que a lei não funciona de imediato.

Thaís A. disse...

E o pior é que este problema todo é muito maior do que a gente possa imaginar, né?
Muitos dizem que as mulheres não denunciam e tal, mas a questão é muito mais complicada do que ela pegar o telefone e denunciar, e os traumas que esta mulher já teve de passar?

Fernanda disse...

Nossa, o pior que é verdade!
Teve até um caso da menina assassinada dentro da escola esses dias né? revoltante!
é preciso esperar a pessoa morrer para fazerem algo? e muitas vezes nem fazem. =/

otimo post!
beijos =*

Juliana Skwara disse...

- Vc tbm namora há muito tempo né? Nossa, amar é bom, complicado, doi, machuca, faz bem. Já passei por cada uma que sei que voce entender perfeitamente!
Um beijãooooo

Ana C. disse...

Debby, que bacana você ter abordado essa questão aqui no blog! Serve pra gente analisar que embora a Lei Maria da Penha esteja aí, ela ainda é muito falha e precisa de "reparos". E é bom a gente tá sempre atenta porque casos como o da sua amiga acontecem diariamente - bem perto da gente - e ninguém faz nada até que algo "grave" aconteça.
Post muito bom, mesmo! Tá de parabéns ;)

bru lunardi disse...

Eu nunca estive a par de nada parecido com violência desse tipo, graças a Deus, mas tambem não entendo como a "justiça" pode não fazer nada enquanto as mulheres perdem sua liberdade por medo daqueles que as perseguem.
Abordou muito bem o tema, Debby!

Postar um comentário

Esse espaço é todinho de vocês!