Prova de amor

Posted by Debbys On segunda-feira, 28 de setembro de 2009 9 Insanidades
A chuva havia cessado, mas estávamos completamente molhados. As roupas, mais pesadas, dificultavam ainda mais nossa fuga. A floresta escura criava um ambiente ainda mais medonho.

--- Corre Mandy, não pára!!

Ele segurava firme a minha mão, mas eu estava exausta, as lágrimas queimando minha face.

--- Eu não vou aguentar! --- falei, desmoronando no chão.
--- Mandy, amor, olha pra mim...

Ele se ajoelhou e segurou meu rosto entre as mãos, me dando um beijo na testa.

--- Eu te amo, ouviu? Nós vamos conseguir! Você precisa tentar!

Foi aí que ele apareceu, entre as árvores, a arma em uma mão, o facão em outra. Dean se colocou na minha frente.

--- Sai de perto dela seu maníaco!

Ele apenas sorriu e começou a se aproximar. Dean partiu para cima dele com tudo. No impacto a arma caiu entre o mato. Ambos travaram uma luta por algum tempo, mas ele foi mais forte e cravou a faca no coração de Dean.

--- Não!!! --- eu gritei.

Mesmo desorientada, corri para onde a arma havia caído e a alcancei primeiro. Ele já estava perto, o mesmo sorriso de antes no rosto, quando disparei. Ele congelou no lugar onde estava, deixou a faca cair, levou a mão direita ao buraco no peito e me encarou pela última vez, antes de estatelar no chão.

Minha repiração era rápida, minhas pernas tremiam. Analisei a cena por alguns minutos e me aproximei do corpo desfalecido de Dean. Me lembrei da nossa conversa naquela manhã.

"---Quanto você me ama? - perguntei, meio boba.
--- Não tem como medir. - ele respondeu, sorrindo.
--- Então o que você faria por mim? - continuei."

Ajoelhei ao seu lado. As lágrimas não caíam mais, o coração foi desacelerando.

"--- Eu iria a qualquer lugar que você fosse, pularia em qualquer buraco, enfrentaria o mais temível monstro por você!
--- Só isso? - ri."

A arma ainda estava em minhas mãos. Acariciei seu rosto, agora muito pálido.

"--- O que mais você queria? - ele perguntou."

Beijei seus lábios roxos com todas as forças que ainda me restaram.

" --- O fato é, você morreria por mim, Dean?
Ele pegou meu rosto e me beijou carinhosamente, dizendo que me amava."

E um tiro ecoou entre as árvores.

9 Insanidades:

Mason disse...

Nossa, moça.. adorei. Bem profundo, te prende e te enche de suspense até o fim. Mas também gostei muito do post anterior hauhah

Caroline Farias disse...

Aaaaaaaaaaaaaaah Debby, enloouqueci!
Muito profundo, deu até vontade chorar de tão lindo!
Parabéns! :D

beeijo ;*

.tai. disse...

Isso foi tão intenso. Adorei.=D
bjus

Lusinha disse...

Isso ai foi um sonho Debbys? Ou melhor, um pesadelo?
Bjitos!

Queija disse...

tem selinho pro'cê *---* '

desculpa a demora pra avisar . fikdik'

Nanda disse...

Que lindoo!
Tambem quero um amor!

=)

beijo!

biiah disse...

seu texto ficou SUPERintenso, adorei! *-* Muito bom meesmo. Eu agradeci a você no PS de um post, você chegou a ver? Pois é ^^''... E adoro quando as pessoas dizem que se identificam com meus textos, então obrigada de novo! Abraços :)

Natalia disse...

Uou!!! Amei de verdade. Emocionante! Bjoks

Erica Ferro disse...

Cacilda, Debbys!
Arrasou, de verdade.
Muito emocionante e lindo esse conto. Deus do céu, me arrepiei. Muito bom!

Beijo.

P.s: Que bom que minha postagem-desabafo foi inspiradora pra ti, que te emocionou de algum modo. Fico feliz!
Vamos em frente, Debbys. O mundo é nosso.
;*

Postar um comentário

Esse espaço é todinho de vocês!